Notícia

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação
Quarta, 28 Junho 2017 08:28
RECONHECIMENTO

Prêmio Jornalismo Científico José Marques de Melo tem 101 trabalhos inscritos

Premiação acontecerá no próximo dia 8 de julho

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Texto de Geysa Miranda

O número de submissões de trabalhos para o Prêmio de Jornalismo Científico José Marques de Melo superou as expectativas, totalizando 101 produções jornalísticas submetidas, nas oito categorias disponíveis, vindos de todo estado de Alagoas. 

O prêmio, que é promovido pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas (Sindjornal) e do Maceió Shopping, tem como propósito sensibilizar e fomentar a produção jornalística de trabalhos que retratem a importância da ciência, tecnologia e inovação na sociedade e valorizar iniciativas nesta área. A cerimônia de premiação acontecerá no dia 8 de julho, no espaço Pierre Chalita, no Bairro do Jaraguá. 

"Estamos muito felizes com o excelente  número de inscritos alcançados no Prêmio José Marques de Melo de jornalismo científico já no seu primeiro ano. Isso comprova que a iniciativa do secretário Pablo Viana, em criar a premiação, foi positiva e nossa categoria abraçou a ideia", disse o atual presidente do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas (Sindjornal), Flávio Gomes.

O secretário Pablo Viana acredita que esse quantitativo de inscritos “sinaliza que estamos pavimentando um futuro promissor para essa importante área do jornalismo e abrindo um amplo espaço de divulgação para a comunidade científica alagoana para os próximos anos", afirmou o secretário.

Todas as produções jornalísticas passaram por duas triagens iniciais: uma realizada pelo Sindjornal e outra pela equipe da Secti, que verificou se os trabalhos estavam de acordo com as regras estabelecidas no regulamento. Após a verificação, nenhum trabalho foi desclassificado.

Foram inscritos trabalhos veiculados em jornais impressos, rádios, emissoras de televisão e portais de notícias. Todos os trabalhos agora serão avaliados por uma comissão julgadora composta por seis pessoas, professores e profissionais de jornalismo, de Alagoas e do Brasil. 

“Essas produções é uma forma de demonstrar que muito está sendo feito em Alagoas, tanto pelos nossos pesquisadores, os jovens e os mais experientes, como também pelas empresas, no segmento privado, e também dentro da iniciativa pública. O Governo do Estado e o governador Renan Filho continuarão apostando que este é o futuro que contribuirá para o desenvolvimento econômico de Alagoas e também para transformações importantes no campo social”, salientou Fábio Guedes, presidente da Fapeal. 

A premiação é de R$ 4 mil ao vencedor, nas categorias TV e bicentenário e nas demais categorias, a premiação é de R$ 3 mil para o primeiro colocado, R$ 2,5 mil para o segundo e R$ 1,5 mil para o terceiro. Além disso, tem a categoria estudante, com R$ 1mil de premiação.

Para o superintendente do Maceió Shopping, Robson Rodas, esse reconhecimento é de suma importância, pois valoriza o trabalho do profissional de jornalismo e ressalta o que está sendo desenvolvido nas áreas de ciência, tecnologia e inovação em Alagoas.  “Prestes a completar três décadas de atuação, o Maceió Shopping faz parte da rotina de milhares de alagoanos e tem como um de seus princípios de atuação contribuir efetivamente com iniciativas que promovam o desenvolvimento do Estado e de sua população. Pioneiro no varejo alagoano, através desse prêmio, o shopping reforça a parceria com o governo estadual e a possibilidade de fortalecimento e valorização da produção tecnológica e do trabalho realizado pela imprensa alagoana”.