Notícia

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação
Terça, 01 Agosto 2017 11:19
REFERÊNCIA

Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação completa 17 anos

Debate sobre caminhos da CT&I no Brasil e homenagens selam data comemorativa

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Texto de Geysa Miranda

São quase duas décadas de trabalho em prol da ciência, tecnologia e inovação (CT&I) no Estado de Alagoas. O intuito é sempre em busca de consolidar os ambientes de inovação, difundindo e estimulando o uso de novas tecnologias, incentivando o empreendedorismo e a popularização da ciência e tornando o Estado uma referência em CT&I.

A Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), fundada no ano 2000, completou, nessa segunda-feira (31), 17 anos dedicados ao desenvolvimento de várias ações e projetos em diversas áreas do setor produtivo, dos pequenos negócios e da academia.

Como forma de selar essa data comemorativa e promover uma reflexão sobre o cenário local e nacional da CT&I, um debate entre o secretário da pasta, Pablo Viana, a professora da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) Luana Queiroz, e a presidente do Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (Fortec) e professora da Universidade Federal da Bahia (Ufba) Cristina Quintella foi promovido pela Secti e trouxe ao público presente um grande debate sobre os caminhos da CT&I no Brasil.

O momento contou também com homenagens àqueles que contribuíram ao longo dos anos para o bom desenvolvimento, consolidação e difusão das políticas públicas de CT&I no estado de Alagoas. Personalidades que, através do seu trabalho e dedicação, ajudam no progresso do sistema local de inovação. (veja lista dos homenageados - http://twixar.me/6rq).

“Que nós continuemos a construir planos de ciência e tecnologia, tornando o nosso Estado uma referência e dando continuidade a essa história”, disse o professor e vice-reitor do Centro Universitário Cesmac, Douglas Apratto, um dos homenageados da noite.

Durante esses anos, a Secti trabalhou junto aos seus órgãos vinculados, a Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal), o Instituto de Tecnologia em Informática e Informação (Itec) e o Instituto de Metrologia e Qualidade de Alagoas (Inmeq), buscando evidenciar a essência da sua atuação no fortalecimento da comunidade científica alagoana.

“Esse é um momento muito importante para o Programa de Resgate Histórico da CT&I no Estado, que hoje culmina numa homenagem a todas as pessoas, não só servidores, mas também àqueles que contribuem e contribuíram diretamente para o desenvolvimento da ciência e tecnologia em Alagoas. A Secti completa 17 anos de existência no ano do bicentenário do Estado e para nós é uma satisfação ter pessoas se envolvendo e trabalhando junto conosco construindo um projeto único e projetando os caminhos futuros para ciência e tecnologia”, enfatizou o secretário Pablo Viana.

O evento aconteceu no auditório da Associação Comercial de Maceió, no bairro do Jaraguá, e contou com a participação da sociedade civil, representantes da academia e do setor produtivo. Ele faz parte de uma série de ações que estão sendo realizadas pelo Programa de Resgate Histórico da CT&I em Alagoas, uma iniciativa da Secti em parceria com seus órgãos vinculados.