Notícia

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação
Segunda, 31 Maio 2021 14:51
OPORTUNIDADE

Plataforma de qualificação profissional tecnológica da Secti oferece vagas de emprego

Oportunidade é restrita aos alunos dos cursos do programa Oxetech

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Plataforma de qualificação profissional tecnológica da Secti oferece vagas de emprego Plataforma de qualificação profissional tecnológica da Secti oferece vagas de emprego Ascom Secti
Texto de Geysa Miranda

 Alunos dos cursos da plataforma de qualificação profissional tecnológica, Oxetech, da Secretaria da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (Secti) já podem se candidatar às vagas de trabalho e estágio ofertadas no espaço “Oxedin” da plataforma. Todas são voltadas à Tecnologia da Informação e Comunicação (Tics) e áreas correlatas.

Para participar do processo seletivo e se conectar ao mercado de trabalho tecnológico alagoano precisa, obrigatoriamente, estar cadastrado no oxetech.al.gov.br, além de ser aluno de um dos mais de 10 cursos gratuitos ofertados pela plataforma.

São vagas para Desenvolvedor Android, Quality Assurance, Desenvolvedor Back-end ruby on rails, Sales Development Representative, Cientista de Dados, Executivo de Contas, Analista de Suporte N3 (Django/Python), DevOps Sênior, Desenvolvedor Django Pleno, Desenvolvedor FullStack PHP, Fullstack Nodejs e Desenvolvedor FullStack Node.

O programa é fruto de uma parceria entre a Secti e a startup Digital Innovation One e, atualmente, possui mais de 1.500 alunos, estando presente em mais de 70% dos municípios Alagoanos.

Os cursos são destinados a estudantes do ensino médio e superior, profissionais da educação e profissionais em geral. Estão disponíveis as vídeo aulas de React Web Developer, Java Developer, JavaScript Game Developer, HTML Web Developer, Node.js Web Developer, Desenvolvedor Back-End PHP, Desenvolvedor Fullstack Python, Cloud Computing & Serverless, Desenvolvedor Front-end Angular, Desenvolvedor Front-end ReactJS e Especialista em Inovação Digital.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), no Brasil são formadas apenas 36 mil pessoas com perfil tecnológico por ano, mas seriam necessários 70 mil profissionais para suprir a demanda desse mercado que não para de crescer e oferece grandes oportunidades de carreira.

 Para o secretário da Secti, Silvio Bulhões, o Oxetech se propõe a assegurar a capacitação de uma mão de obra qualificada, facilitando o diálogo e a atração de novos investidores e empresários para Alagoas, além de revelar os grandes talentos do Estado.

 “Nosso propósito é proporcionar à população cursos para a geração de mão de obra qualificada e adaptada às novas necessidades do mercado tecnológico, integrando o ecossistema a esses atores e tornando o mercado propício para a propagação de novos investimentos, além de dar visibilidade a esses estudantes”, afirmou o secretário.